santificacao

Santificação, Caminho de Restauração

Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.1 Pedro 1:15,16

Quando Deus criou o homem o constituiu à Sua semelhança na condição de santo. Seus pensamentos, sentimentos e ações expressavam o caráter divino de sua imagem e identidade. Deus é santo, por isso o homem era santo.

Ser santo é a nossa natureza original, antes que houvesse pecado e santos é como seremos, totalmente, quando formos glorificados e levados à presença eterna de Deus.

Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;” Hebreus 12:14

Portanto, se a queda e a escravidão do pecado constituem-se no processo que estragou e corrompeu a santidade do homem e o conduziu para longe de Deus, a reconciliação em Cristo e a santificação constituem-se no processo de restauração da natureza divina como santos.

À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso 1 Coríntios 1:2

Fomos santificados em Cristo e chamados para viver uma vida santa. Tendo passado pela porta, somos convidados a andar nesse caminho. Essa é a identificação da igreja e não o seu discurso ou seus ‘apóstolos’. Santificação é confirmar a conversão, é crescimento e amadurecimento.

Santificação não é mero o cumprimento de regras, ordenanças, rituais etc. Santificação não é atitude de assepsia exterior, nem mesmo vã memorização e repetição das escrituras ou de orações, nem mesmo conhecimento teológico ensoberbado em si mesmo…… Tudo isso é mera religião.

Santificação é amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, pois nisso consiste o cumprimento de toda lei e dos profetas. Sem amar a Deus, nada serei (I.Coríntios 13).

Santificação é reconhecer a miséria de sua natureza estragada, a inclinação pecaminosa de sua carne e a necessidade constante da graça e misericórdia de Deus (I João 1:8-9)

Santificação é querer ser como Ele é. É desejar andar em sua presença e agradá-lo. É temer desagradá-lo e se afastar do Senhor. É ser separado, renunciando o que for preciso (tudo) e fazer tudo o que for da vontade Dele. (Lucas 14:33)

Santificação é andar como Jesus andou (I João 2:6) É perder sua “própria” identidade e ser achado Nele, ser identificado como semelhante a Ele. É a restauração da imagem de Deus em nós através de Jesus.

Quanto a mim, contemplarei a tua face na justiça; eu me satisfarei da tua semelhança quando acordar.”
Salmo 17:15

Nesse caminho da santificação existe:

  • convicção de pecado, convencimento da natureza pecaminosa de nossa carne e de necessidade da misericórdia de Deus;
  • arrependimento, confissão e mudança;
  • rendição, adoração e devoção a Deus;
  • alegria de estar em Sua presença e gratidão por tudo que faz;
  • pureza no pensar, sentir, agir, olhar, falar…;
  • submissão e mansidão de coração
  • sofrimento segundo Deus
  • correção e crescimento
  • desejo e ação cooperar para que outros sejam santos e para que os santos sejam cada vez mais santificados, porque ELE É SANTO
Play

Post to Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *