banner_retiro_pub_mar-2014

Retiro Março 2014: Mantendo o azeite

  • Conformismo
  • Sacerdócio
  • Diligência

Parábola das 10 virgens

Mateus 25:1-13
Então o reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo. E cinco delas eram prudentes, e cinco loucas. As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas. E, tardando o esposo, tosque-nejaram todas, e adormeceram. Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro. Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas. E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam. Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós. E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta. E depois chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos. E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.

Essa palavra se divide entre os cristãos prudentes e cristãos néscios!

O azeite na palavra representa um zelo maior pelas coisas do Senhor. Cada um é responsável pelo seu zelo e cuidado com o Senhor. Eu seria uma virgem néscia, se eu estiver me abstendo do pecado e vivendo um relacionamento superficial com o Senhor e com os irmãos. A néscia vai se conformando com o relacionamento que construiu com o Senhor ao longo dos anos. Se conformando e vivendo uma vida morna!

O mundo é trevas. Mas é minha vida que deve brilhar, não as trevas.

João 9:35-41
Jesus ouviu que o tinham expulsado e, encontrando-o, disse-lhe: Crês tu no Filho de Deus? Ele respondeu, e disse: Quem é ele, Senhor, para que nele creia? E Jesus lhe disse: Tu já o tens visto, e é aquele que fala contigo. Ele disse: Creio, Senhor. E o adorou. E disse-lhe Jesus: Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não vêem vejam, e os que vêem sejam cegos. E aqueles dos fariseus, que estavam com ele, ouvindo isto, disseram-lhe: Também nós somos cegos? Disse-lhes Jesus: Se fósseis cegos, não teríeis pecado; mas como agora dizeis: Vemos; por isso o vosso pecado permanece.

A soberba é o caminho para essa vida morna. Ficaram tanto tempo esperando e quando chegou o filho de Deus não o reconheceram. Os fariseus se justificavam em tudo. Eles esqueceram que nasceram do pecado.

A gente quer colocar a nossa vida com Deus no piloto automático.

Apocalipse 3:14-19
E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um des-graçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te.

O atleta em tudo ele se domina.

Eu sei que se eu não me comprometer com essa carreira eu posso não alcançar essa coroa? Eu tenho que buscar de Deus todo dia qual o passo que ele tem pra mim.

Êxodo 20:18-21
E todo o povo viu os trovões e os relâmpagos, e o sonido da buzina, e o monte fumegando; e o povo, vendo isso retirou-se e pós-se de longe. E disseram a Moisés: Fala tu conosco, e ouviremos: e não fale Deus conosco, para que não morramos. E disse Moisés ao povo: Não temais, Deus veio para vos provar, e para que o seu temor esteja diante de vós, afim de que não pequeis. E o povo estava em pé de longe. Moisés, porém, se chegou à escuridão, onde Deus estava.

Eles não queriam que Deus tocassem em seus corações.

Salmos 51:19-17
Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos. Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

 

  • Eu quero ser uma boa pessoa, ou eu quero ser um bom sacerdote?
  • Eu deixo Deus tratar todos os os aspectos da minha vida?
  • Eu tenho me envolvido com a igreja só até certo ponto?
  • Quando a gente exerce o sacerdócio não tenho mais autonomia.
  • O sacerdote não tem essa opção: eu quero ou não quero.
  • São essas escolhas mínimas que fazemos no Senhor que nos levam ao vazio.
  • Preciso ser diligente em toda boa obra!

1 Coríntios 9:24-27
Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, uma incorruptível. Pois eu assim corro, não como a coisa incerta; assim combato, não como batendo no ar. Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado.

O que é diligência? Aprofundando no dicionário:

Que demonstra cuidado ao desenvolver e/ou produzir alguma coisa; zelo ou aplicação: fez a manobra com diligência.
Em que há velocidade; que desenvolve com rapidez; presteza: algumas pessoas não possuem diligência e são lerdas.
Os cuidados, métodos ou providências (geralmente que devem ser tomadas): aquela circunstância merecia diligência.

Anotações graças a Iêda.

Palavra compartilhada no Retiro Geral de Março de 2014, realizada em Alexânia/GO.

Play

Post to Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *